Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks


Memorial do Inferno é prefaciado por Lázaro Ramos


O jornalista, poeta e escritor Valdeck Almeida de Jesus publicou o livro "Memorial do Inferno. A saga da família Almeida no Jardim do Éden", cuja capa foi escrita por Lázaro Ramos... Memorial do Inferno narra a história de uma família pobre do nordeste, com mãe paralítica e pai doente mental, com oito filhos, sem casa ou renda... Vida e sobrevivência, em tom autobiográfico, com destaque para a resistência desse povo sertanejo, comparada à obra de Graciliano Ramos por Domingos Ailton, Mestre em Letras pela Universidade Estadual do Sudoeste Baiano - UESB. Link desta notícia: TV Cultura.

Para o poeta e escritor baiano Luiz Menezes de Miranda, "Falar sobre esse cara nascido em Jequié, esse homem, esse menino, esse poeta e escritor, esse amigo que é Valdeck Almeida de Jesus, que sabe determinar o que é realmente uma família, o que é realmente ser precoce em amadurecimento, o que é ter que crescer queimando etapas e, principalmente, o que é ter atitude para, aos 16 anos acelerados pelo destino, ter que assumir uma família, tendo que trabalhar para sustentar irmãos e, principalmente, a sua genitora que, por outro golpe do destino, tinha como meio de locomoção uma modesta cadeira de rodas.
 
Depois da morte do Sr. João Alexandre de Jesus, seu companheiro e amigo, apesar da sua debilitação, essa heroína Paula Almeida de Jesus consegue manter essa família órfã  e cheia de necessidades unida, fazendo das adversidades forças redobradas para que todos se educassem e seguissem em frente.
 
Brasileiros natos, verdadeiros nordestinos, os Almeida de Jesus sofrem mais um golpe com a partida da Guerreira D. Paula para o andar superior em junho de 2000 que, acredito eu, o homem lá de cima estava a esperar de braços abertos e acolhida suprema por ter cumprido a sua magnífica missão aqui no andar inferior.
 
A batalha foi dura, a humilhação pior ainda, as visitas aos esgotos para colher alimentos estragados, as noite esperando “Jesus vai trazer amanhã” saída da boca de uma mãe sofrida, os despejos, a mendigarem pela cidade em busca da sobrevivência; a resistência ali firme e forte, o caráter, a perseverança, nunca deixaram os Almeida de Jesus fraquejar.
 
Venceram todos por acreditar na fé, no otimismo e nas suas expectativas cheias de esperança, pois D. Paula conseguiu com a magnitude suprema de MÃE incutir em cada um dos Almeida de Jesus, que com perseverança, honestidade e amor acima de tudo, devagar se chega ao longe.
 
Depois de dez anos se e capaz de muitas coisas, às vezes levamos anos a fio para encontrar a chave do nosso bauzinho chamado coração e aí deixamos vazar de que o coração está cheio, muitas vezes transformados em lágrimas recolhidas que só mesmo quem chora sabe determinar que tipo de sentimento está sendo emanado.
 
Cara, sou seu fã de carteirinha, me enrolei na sua bandeira, não na pecaminosa atitude de puxar seu saco, mas por você ser um exemplo de vida para todos nós, que um dia passamos por adversidades da vida e que em muitas delas nos deixamos levar pelo desânimo, se entregando ao léu do destino. Tenho orgulho de fazer parte do seu círculo de amigos.
 
Luiz Menezes de Miranda é poeta, declamador, participa de vários movimentos literários na capital baiana e já publicou textos em várias antologias.
 
Salvador, 25 de outubro de 2011"

Onde comprar: Livraria Cultura. 
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 11/09/2012
Alterado em 11/09/2012

Música: A vida é rascunho - Dé e Venício



Comentários