Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Ai de mim
Ai de mim
(Isabella Luiz)

Tranco as portas do meu peito
Que só posso caber em mim
Não sei viver direito
Isso só me diz respeito
Troco o não pelo sim
Ai de mim!
Que abro as portas com medo
Que ainda escondo segredos
Que ainda embrulho mentiras
Que nem tiro o pó da mobília
Que bebo frases antigas
Como quem bebe gim
Ai de mim!
Que tive sonhos tão belos
Que provei do amor mais sincero
Vivi e morri numa noite
Que fui bom filho com esmero
E agora nada mais espero
Que não seja o fim

Isabella Luiz é natural de Recife-PE. Estudante, poetisa, escritora e moderadora do blog Ideologia Clandestina.
Isabella Luiz
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 23/01/2015


Comentários