Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks


Reticências de vida

andar na rua
o olhar julgador
ouvidos acusadores
risos sarcásticos
automático 'bom dia'
acenos obscenos
a muleta que não apoia
o tic tac do trabalho
as taxas por carinho
o mar que não me navega
os caminhos que me apedrejam
o medo que me faz rir
o sexo flácido
o restante de vida
as ausências todas
e os silêncios que me habitam…

Salvador-BA, 15.02.1966
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 15/02/2017
Alterado em 15/02/2017


Comentários