Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Detalhes de amor oculto

Enquanto você peida na varanda

Eu voo sobre os Andes

Na vã tentativa de atrair tua atenção... Já fiz poema, já me insinueei,

E você, tão aventureiro, sequer percebeu... Vinho tinto, iogurte, manga verde, rosa, lilás... Feijoada de feijão preto com pé de porco, 
Compartilhar de lamentos

Correr solto na pastagem,

Elogio disfarçado de "massa", Cheirar bufa no carro pra Jacobina,

Convite pra falar de poesia,

Embolar a língua em outro idioma,

Nada, nada tira teu foco... E você, tão aventureiro,

Fama de traidor, matador, guerreiro,

Parece que estacionou,

Que foi amansado em algum terreiro... Que é isso, companheiro!!! Solta as rédeas, vive tuas emoções!

Sei que não és de amarrar o jegue,

Muito menos de esquecer os corações... Solta o agitador de emoção... Só não aniquila a vida, tua verdadeira vocação.

 
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 11/09/2018


Comentários