Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Apodreço no fim do país
Me despedaço por brocos lugares
Quando posso voar mais alto
E alcançar a felicidade humana.

Percebo tudo isto e sofro
Feito um louco que não é louco
E ao mesmo tempo me consolo
Achando que tudo isto é normal.

Que seja normal ser infeliz
Ou fingir que não se quer ser feliz
Mas isto não pode ser eterno.

Os passos vão e os rastros ficam
Por isto não sei qual o caminho
Que estou traçando para mim.

09 de janeiro de 1992, 22:40 horas
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 08/11/2010


Comentários