Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Até quando a morte será necessária
Só pise em terreno firme
Pise firme neste chão
Não fantasie o real
Pois o tombo será fatal.

Não adiante pular
Pra chegar, antes, ao fim
Pois o fim só é de paz
Pra quem “viveu” o meio.

“Antes tarde do que nunca”
Há muito, prega o ditado
E isto é muito atual.

Aguarde sua vez na fila
Que breve alcançarás
O pódio que tanto almejas!

03 de março de 1992, às 22:40 horas
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 08/11/2010


Comentários