Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Quem sou eu?
O medo me assalta
Não o medo de morrer
Mas o do preconceito
O da discriminação.

Não estou ficando louco
Mas é muito pior que isto
Pois sinto na minha pele
E sofro conscientemente.

Não adianta fugir
Pois o tempo está passando
Neste relógio de areia.

Estou sumindo muito rápido
Morrendo e andando vivo
Fingindo o não sofrer.

06 de janeiro de 1992, às 22:10 horas
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 16/12/2010


Comentários