Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

O vazio que me preenche
Vou lotar de força grande
Vou encher de energia
Pra evitar o sofrimento
Vou traçar o meu caminho
Reto, curvo ou inclinado
Mas vou trilhar cada passo
Tentando errar pra valer
Evitando os maus caminhos
E os buracos traiçoeiros
Tentarei ver quem passa
Ajudar a quem precisa
Se possível achar a paz
Ou a morte nesta trilha.

14 de setembro de 1991
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 16/12/2010


Comentários