Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Vou morrer
Vou pagar meus débitos
Me livrar dos credores
Pra depois tomar um rumo
Que não sei qual é ainda.

Não quero o desespero
E espero suportar
Cada dia com paciência
E também com consciência.

Não quero sofrer aqui
Aos olhos de todos vós
Vou fugir para bem longe.

Mas sou parte deste solo
Tenho raízes aqui
Por isto estou indeciso.

06 de janeiro de 1992, às 22:10 horas
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 16/12/2010


Comentários