Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks


22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo


Edição deste ano tem por tema principal “Livros transformam o mundo, livros transformam pessoas”. O evento, promovido pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) e organizado pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, acontece de 9 a 19 de agosto, das 10 às 22h.
 
São Paulo, 31 de maio de 2012 – A programação cultural preparada para a 22ª edição da Bienal Internacional do Livro mescla literatura com diversão, negócios, gastronomia e cultura. O público poderá conferir de perto os lançamentos e conhecer alguns de seus autores preferidos, de 9 a 19 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na Zona Norte de São Paulo.
 
Inúmeras atividades lúdicas e interativas serão distribuídas pelos 30 mil metros quadrados de área ocupada pela Bienal, compartilhada com 400 expositores (até o momento), dentre eles: editoras, empresas patrocinadoras e entidades do setor.
 
A Comissão Organizadora da Bienal do Livro de São Paulo convidou três personalidades para compor a curadoria das atividades que serão realizadas durante os 11 dias do evento. Para atender os mais diversos públicos visitantes, foram escolhidos sete pilares temáticos, que norteiam todas as ações culturais: Salão de Ideias; Criança; Jovem; Educação; Gourmet; Negócios; e Telas e Palcos. O evento tem por objetivo incentivar e democratizar o acesso à leitura, porque os livros transformam a forma como as pessoas enxergam o mundo.
 
Para a presidente da CBL, Karine Pansa, é muito gratificante participar do processo de organização da 22ª Bienal Internacional do Livro como gestora da entidade. “A grande festa do livro no País, que acontece em São Paulo, atrai milhares de pessoas entre crianças, jovens e adultos, constituindo-se, tradicionalmente, em elemento formador de novos leitores. Trata-se de uma verdadeira metamorfose: de visitantes de feiras em leitores, frequentadores de bibliotecas e livrarias, motivo este que nos levou a escolher o tema “Livros transformam o mundo, livros transformam pessoas”. Há de se considerar, ainda, o crescimento anual dos programas governamentais de distribuição de livros às escolas públicas”, completa Karine.
 
O primeiro dia da Bienal (9 de agosto) será dedicado à visitação de profissionais do mercado editorial.
 
Curadores
Antonio Carlos de Moraes Sartini, diretor-executivo do Museu da Língua Portuguesa, e os jornalistas Paulo Markun e Zeca Camargo são os curadores da 22ª Bienal do Livro de São Paulo. Eles ajudaram a elaborar os conteúdos do evento e são responsáveis pela criação dos conceitos básicos de alguns dos pilares temáticos. A escolha dos três profissionais traduziu o desejo da CBL de que a Bienal fale para uma gama variada de leitores. De perfis distintos, mas todos com profundo conhecimento cultural, os curadores têm uma grande sintonia com os diferentes públicos presentes.
 
Perfis dos curadores
Formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Antônio Carlos de Moraes Sartini é diretor do Museu da Língua Portuguesa desde a sua inauguração, em março de 2006, e atuou na Secretaria de Estado da Cultura, na qual foi responsável pela implantação das ações na Estação Especial da Lapa. Curador de vários eventos no País, realiza palestras por todo o Brasil e no exterior.
 
O jornalista e escritor Paulo Markun é autor de doze livros e oito documentários, tendo sido o idealizador das revistas Imprensa e Radar, além da edição paulista do Pasquim, o Jornal do Norte e a newsletter Deadline. Por dez anos, comandou o programa “Roda Viva”, da TV Cultura. Foi, ainda, presidente da Fundação Padre Anchieta.
 
Com passagens pela Folha de São Paulo, TV Cultura e MTV, o jornalista Zeca Camargo ocupa os cargos de apresentador, repórter e coordenador do dominical “Fantástico”, exibido pela TV Globo. Autor do best-seller “A Fantástica Volta ao Mundo” e de “Isso Aqui é Seu”, “Novos Olhares” e “De Aha a U2”, também escreve duas vezes por semana no G1, portal de notícias da Globo.
 
Pilares
1)    Salão de Ideias – responsável pelo conteúdo: Paulo Markun.  Uma das principais atrações culturais da Bienal irá acontecer em um auditório exclusivo, que receberá convidados e mesclará assuntos diversos, sempre em sintonia com o tema central desta edição. 
2)    Criança – responsável pelo conteúdo: Instituto Pró-Livro. Área exclusiva para a realização de atividades culturais lúdicas, com o objetivo de colocar crianças em contato com o universo mágico do livro e fomentar o gosto pela leitura. Esse espaço recebe o nome de Libriança, junção das palavras “liber” e “criança”. Liber é um tecido vegetal que assegura, por seus vasos crivados, a condução da seiva elaborada e se encontra na parte profunda do tronco e dos ramos.
3) Jovem – responsável pelo conteúdo: Zeca Camargo.  Espaço dirigido aos jovens, visa construir uma ponte entre o mundo do livro e assuntos de interesse desse público. As palestras e encontros serão mediados por profissionais que tenham identificação com esse perfil.
4) Espaço do Professor  A proposta do espaço do professor é falar sobre diversas questões que envolvem o saber e o ensinar. O projeto objetiva não apenas a formação do professor-leitor, como tambéminstrumentalizá-lo para que ele trabalhe o livro em sala de aula.
5) Gourmet – responsável pelo conteúdo: André Boccato.  Uma das grandes sensações da última edição da Bienal do Livro de São Paulo está de volta, mantendo sua vocação. Um espaço dedicado à arte da culinária, reunindo renomados chefs-autores, que apresentarão aulas-show interativas em cozinha cenográfica. A cozinha também se transformará em mesa de debates, que abrigará bate-papos sobre diversos temas ligados à gastronomia e à literatura.
6) Telas e Palcos – responsável pelo conteúdo: Rubens Ewald Filho Espaço dedicado a encontros com autores brasileiros e estrangeiros, que permitirão o contato mais próximo entre leitores e escritores. Outras atividades ligadas à arte, música e teatro também ocuparão esse espaço.
7) Negócios - Ambiente destinado a bate-papos com escritores e profissionais sobre as mais diversas vertentes do assunto do mercado de business.
 
Homenageados
 
Jorge Amado - Um dos maiores protagonistas da literatura brasileira, Jorge Amado, cujo centenário de nascimento transcorre em 2012, é um escritor atemporal, lido por um público de idades variadas. Sua obra está publicada em mais de cinquenta países e foi adaptada para o rádio, cinema, televisão e teatro, transformando seus personagens em parte indissociável da vida brasileira. Foi o escritor brasileiro mais traduzido no exterior.
 
Nelson Rodrigues - Em 2012, também será celebrado o centenário de nascimento do escritor, jornalista e cronista Nelson Rodrigues, considerado o maior dramaturgo do nosso país. Escreveu 17 peças, centenas de contos e nove romances. Dentre as peças, destacam-se A Falecida (1953), Os Sete Gatinhos (1958), Boca de Ouro (1959), Beijo no Asfalto (1960) e Toda Nudez Será Castigada (1965).
 
Semana de Arte Moderna de 1922 - A inauguração do movimento modernista brasileiro, que aconteceu de 11 a 18 de fevereiro de 1922, no Teatro Municipal, em São Paulo, completa 90 anos. Também foi chamada de Semana de 22 e cada dia ocupou-se de um tema ligado à pintura, escultura, poesia, literatura e música. Participaram da Semana nomes como: Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, HeitorVilla-Lobos, Tácito de Almeida e Di Cavancanti, dentre outros.
 
Parcerias até o momento
TV Globo, SESC, SESI, Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, Secretaria da Educação do Município de São Paulo, Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura do Município de São Paulo, Ministério da Cultura Ministério da Educação – FNDE, Academia Paulista de Letras, Projeto Brazilian Publishers, CBL/APEXUBE – União Brasileira de Escritores
 
Parcerias Internacionais
Cerlalc - Centro para o Fomento Regional do Livro na América Latina e Caribe, Embaixada da França, Instituto Goethe, Federação de Grêmios de Editores da Espanha
 
História da Bienal
A primeira Feira Popular do Livro montada pela CBL aconteceu no ano de 1951, na Praça da República, em São Paulo. Surgiu com o intuito de se introduzir no País a tradição europeia das feiras de livros que aconteciam na França, Alemanha e Itália. Em 1961, promoveu-se, em parceria com o Museu de Arte de São Paulo, a 1ª Bienal Internacional do Livro e das Artes Gráficas, que se repetiu em 1963 e 1965.
 
A 1ª Bienal Internacional do Livro, organizada exclusivamente pela CBL, ocorreu entre 15 e 30 de agosto de 1970, no mesmo edifício da Bienal de Arte. Esse primeiro evento reuniu algumas centenas de editoras nacionais e internacionais e atraiu milhares de adultos, jovens e crianças. Na 2ª Bienal, em 1972, o total de visitantes chegou a 80 mil e o de expositores ultrapassou 700.
 
Em 1996, com o propósito de ampliar o número de expositores e proporcionar mais conforto ao público, o evento transferiu-se para o Expo Center Norte. Com o crescimento contínuo de público e expositores, em 2002, a Bienal passou a ser realizada no Centro de Exposições Imigrantes (com 45 mil m2 de área). Somente em 2006, chegou ao Anhembi – o maior Centro de Exposições da América Latina. Em 2008, na 20ª Edição, o público infanto-juvenil foi contemplado com o projeto “Ler é a Minha Praia”.

Em 2010, a CBL levou à Bienal – que passou a ser realizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado – uma programação cultural intensa e diversificada, atraindo 743 mil visitantes e ampliando o prestígio e importância destinada a esse tipo de evento em São Paulo.
 
Para 2012, na 22ª Edição da Bienal Internacional do Livro, a previsão é de que mais de 800 mil pessoas compareçam ao evento, que terá uma programação diferenciada e rica, como sempre voltada ao incentivo à leitura.
 
NÚMEROS DA BIENAL
Área ocupada: 30 mil m²
Expositores: 400 até o momento
Expectativa de visitantes para a 22a. edição: 800 mil
 
SERVIÇOS
22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
Período: 9 a 19 de agosto de 2012
Horário de funcionamento: das 10 às 22h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi
End.: Av. Olavo Fontoura, 1.209 – São Paulo – SP
Site: www.bienaldolivrosp.com.br
 
Valor do ingresso: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)
Entrada gratuita: professores, profissionais da cadeia produtiva do livro, bibliotecários, estudantes inscritos pelo sistema de visitação escolar programada, maiores de 60 anos e crianças com até 12 anos, mediante apresentação de documento comprobatório. 
 
Sobre a CBL – 65 Anos Fundada em 20 de setembro de 1946, a Câmara Brasileira do Livro (CBL) congrega editores, livreiros, distribuidores e creditistas de todo o Brasil, com o objetivo maior de valorizar o livro e, assim, desenvolver e ampliar o mercado e o próprio negócio livreiro no País. Difundir e estimular o hábito da leitura e a democratização do acesso ao livro são, nesse sentido, as maiores bandeiras e principal foco de ação da entidade.
 
A CBL organiza alguns dos mais importantes e tradicionais eventos do setor editorial brasileiro, como a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, o Prêmio Jabuti, o mais importante do setor no país, e o Congresso Internacional CBL do Livro Digital. Mantém, ainda, a Escola do Livro, além de apoiar a realização de feiras nacionais e internacionais. Sua ampla representatividade no setor também garantiu à entidade a responsabilidade de viabilizar e organizar a participação das editoras brasileiros nas homenagens ao Brasil nas feiras de Bogotá 2012 e Frankfurt 2013.
 
Sobre a Reed Exhibitions Alcantara Machado
Criada em 2007, a Reed Exhibitions Alcantara Machado é resultado da joint-venture entre a maior promotora de feiras do mundo, a Reed Exhibitions, presente no Brasil desde 1997, e a maior da América Latina, a Alcantara Machado Feiras de Negócios, fundada em 1956 e líder no mercado latino americano.  Com eventos nos setores mais ativos da economia, no biênio 2010-2011 a empresa realizou somente Brasil mais de 56 grandes Feiras de Negócios e Consumo, ocupando assim o 1º lugar em quantidade de eventos, volumem de visitantes e compradores, e metragem total de expositores, dentre as empresas associadas à UBRAFE (União Brasileira dos Promotores de Feira).
 
Sobre a Reed Exhibitions
A Reed Exhibitions é a principal organizadora de eventos do mundo, reunindo mais de 6 milhões de profissionais ao redor do planeta, gerando bilhões de dólares em negócios. Hoje, os eventos da Reed estão presentes em 35 países, distribuídos pelas Américas, Europa, Oriente Médio e Ásia e organizados por 35 escritórios próprios que empregam mais de 2.500 funcionários.
 
A Reed Exhibitions pertence à Reed Elsevier Group, uma companhia listada entre as TOP 100 da Bolsa de Valores de Londres, e que apresentou em 2010 um total de £6,071Bi e resultados ajustados de £1,706 Bi. O Grupo Reed Elsevier é líder na geração de soluções de informação profissional nos setores Científico, Médico, Legal, Análise de Riscos, de Negócios em Geral.
 
Para maiores informações:
www.reedalcantara.com.br
 
Informações para a imprensa:
Ricardo Viveiros & Associados - Oficina de Comunicação
André Mascarenhas – Gerente de Comunicação
E-mail: andre.mascarenhas@viveiros.com.br
 
Rosângela Manchon – Coordenadora de Comunicação
E-mail: rosangela.manchon@viveiros.com.br
 
Juliana Tavares – Assistente de Comunicação
E-mail: juliana.tavares@viveiros.com.br
 
Marco Antonio Eid – Diretor de Comunicação
E-mail: marco.eid@viveiros.com.br
 
Tel./Fax: (11) 3675-5444                                                                  
Reed Exhibitions Alcantara Machado
Antonio Alves - Gerente de Comunicação
Telefone: +55 11 3060-5019
E-mail: antonio.alves@reedalcantara.com.br
Monise Hernandez - Coordenadora de Comunicação
Telefone: +55 11 3060-4947
E-mail: monise.hernandez@reedalcantara.com.br
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 14/05/2012
Alterado em 06/06/2012


Comentários