Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks


Os Mares, porque sonhar é preciso


 

Quero sentir

A rigidez da tua insensibilidade

Quando não sentir

Minha vontade de te amar;

 

Penetrar na tua opacidade

E quebrar o gelo

Desta parte intransponível

Entre mim e ti.

 

Apenas dois pares de pernas

Nos separam do abraço,

Do abraço que sonho em te dar.

 

Que fazer pra chegar aí,

Que fazer pra trazer-te aqui?

Vou sonhar, vou dormir...

 

Poesia Incógnita Declarada - Solar Boa Vista, Brotas, Salvador-BA

17 de julho de 2012

Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 19/07/2012
Alterado em 19/07/2012


Comentários