Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks


Casa de Barro e escritores mirins lançam livro em Cachoeira-BA

Escritor Valdeck Almeida de Jesus vai ao evento e cai no samba, literalmente.

Mesmo não sabendo sambar, entrei na roda de samba e caí na folia em Cachoeira-BA, durante o lançamento do livro “Um passarinho me contou... Dedinho de Prosa, Cadinho de Memória”, organizado por Luísa Mahin Nascimento, ilustrado pro Salamanda. A obra reúne textos em prosa dos escritores Adriele, Cacau Nascimento, Félix, Leslie, Flávio e Geisielle e traz prefácio de João Vanderlei de Morais Filho e apresentação de Dalvaci Santiago e Eliane Araújo. Lançado dia 15 de novembro de 2012, na Casa Pouso da Palavra, o livro é um projeto de incentivo à leitura, produção de textos, resgate e registro da memória cultural dos moradores de Cachoeira e Recôncavo Baiano. Quem embalou a todos foi o Samba de Roda mirim da Esmola Cantada da Ladeira da Cadeia.

Feriadão é tempo de não fazer nada, ou de fazer tudo, viajar e se esbaldar, cair na folia, chutar o balde e o pau da barraca. Eu preferi uma alternativa cultural e literária. Convidei o amigo Anderson dos Santos e minha irmã Ivonete Almeida de Jesus para visitar a Heroica Cidade de Cachoeira, no Recôncavo Baiano. E lá fomos nós, de mala e cuia, com uma câmara fotográfica e a curiosidade em descobrir mais talentos nessa Bahia de fontes inesgotáveis de saber. Ali, na residência da poesia, tomamos logo uma cerveja para acalmar os ânimos e refrescar a memória. Depois, uma caminhada ao longo do Rio Paraguaçu, fotos, registro em imagem da nossa visita.

No horário marcado rumamos para o evento. Apresentações, fotos, recitais, samba de roda, mesa de autógrafos, bolo e mungunzá servidos, caímos no samba. Eu nunca tinha participado de um sambinha e resolvi me deixar seduzir pelo som envolvente do grupo Esmola Esmola Cantada da Ladeira da Cadeia. Que gostoso... E estar em meio a amigos que valorizam a cultura, como João Vanderlei de Morais Filho, Luísa Mahin Nascimento, Ana Maria, Raimundo Cerqueira, Dona Dadi, Dalvaci, Camilo César Alvarenga, Marcos Peralta, Tiago Oliveira Nascimento e os escritores do livro, não tem preço. Final de evento e a cara amarrada, não querendo largar o doce e voltar para a dura realidade do dia a dia de Salvador... Ah, Cachoeira de tantos encantos... Antes de ir embora, uma voltinha por São Félix, atravessando a Ponte Dom Pedro II. Depois, pegar a BA-420 e ir embora. Afinal, o que é bom dura pouco e ano que vem tem mais. Espero!
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 17/11/2012
Alterado em 18/11/2012


Comentários