Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Verso inverso de mim
(Adriele Reis de Oliveira)

A luz de vela desenho-a dançando pra mim.
A caminho da casa, sem nenhuma parada pela
janela embaçada, foi o som do dlin-dlon que
soava, bem pertinho de mim.

A chegada esperada, na sala toda molhada
se enxugava coma toalha que eu peguei pra mim.

Sem que eu a impedisse achou tolice dormir no
quarto de hóspede.

Em noite tão livre me mantive ocupado, escrevendo
frases ao canto do galo, e você ao meu lado me
tirando o fôlego, me levou no céu de  novo, e de novo,
tudo nem parecia existir.

E quando me dei conta sobre o verso inverso de mim
foi embora sem pensar na noite outrora, e sem se despedir.

Adriele Reis de Oliveira é escritora e poeta.
Adriele Reis de Oliveira
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 15/01/2015
Alterado em 29/05/2015


Comentários