Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks


Je suis eu mesmo
 
Procura-se espaço na mídia
Vale colocar gel tóxico na bunda
Sugar a gordura da barriga
Correr sem roupa nas ruas
Comer até desmaiar
Desfigurar a cara ou o corpo
Inventar uma grande mentira
Publicar um livro, fazer um filho, plantar uma árvore
Pendurar uma melancia no pescoço...
Mas o maior destaque
Que se pode ter
É viver a vida inteira
Como mera pessoa anônima
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 16/01/2015
Alterado em 16/01/2015


Comentários