Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Receita da Paixão Perpétua
Receita da Paixão Perpétua
(Nairson Luiz Santos)

É preciso beijar o pescoço, não para que os olhos se fechem/
É preciso beijar de modo que a íris mergulhe na órbita,
como um sol se pondo a leste...

É preciso que os beijos surpreendam,
Que os suspiros saiam sem pressa e em silêncio,
É preciso, às vezes, convidá-las para fazer amor. E fazer sexo...
E é preciso, sempre, fazer o contrário...

É preciso flores em dias incertos e sem motivo.
Não dê rosas, dê lírios ou begônias.
Rosas, só se acompanhadas de um poema/
Que as tornarão eternas.

É preciso dizer “eu te amo” nas horas mais inesperadas
E é preciso ser preciso nas respostas...

Enfrente a TPM com a resignação do beduíno
E de boca fechada...
Seja paciente, o oásis surgirá.

Faça refeições para ela, mas não sempre.
Não vire uma dona de casa, seja macho!
Mas um macho mestre cuca...
Queime as calorias depois/
Elas são deliciosas após o almoço...

Sobretudo, e principalmente, é preciso que se tenha
Invaginação.
Isso mesmo: Invaginação...

Nairson Luiz Santos, 43, baiano de Salvador, pai orgulhoso de Naira e Luiz, administrador de empresas especialista em gestão de pessoas. No momento administra (tenta) uma entidade sindical de trabalhadores. Sobrando tempo e inspiração, escreve crônicas e poesias sem métrica para emocionar e divertir os amigos.
Nairson Luiz Santos
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 31/03/2015


Comentários