Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Ao lume de uma desbravadora afro-brasileira: Maria Firmina dos Reis
Ao lume de uma desbravadora afro-brasileira: Maria Firmina dos Reis
(Eulália Costa)

Seja em uma inferência local ou nacional
Uma mulher afro-brasileira se destaca em bravura e amor à pátria,
Desbravando a situação de sua época
E demonstrando a situação do negro escravocrata.

Lutando pela diminuição das desigualdades sociais,
Enlaçando-se também nas histórias de amores malsucedidos,
Porém, com a segurança de seu amor a sua profissão e à literatura.
Ganhou com destaque anos depois através de sua maior criação.

O romance Úrsula, considerado o primeiro romance de uma brasileira
Romance abolicionista revelado pela visão de uma mulata, pobre e solteira.
Que não queria fama,
Queria apenas lutar por seus ideais: liberdade de expressão e o direito de ser.

Contudo, queria mesmo era fazer sua arte sobreviver
Em meio aos caos, aos maus-tratos dos negros/ escravos daquela época.
Sua altivez alcançou novos rumos,
Aventurou-se no desafio de contar também sua própria condição humana.

Mesmo em meios aos grandes literatas não se intimidou,
Desbravou-os com perspicácia e sutileza.
Ao lume de sua ótica, tornou-se parte da realeza!

Eulália Costa é maranhense, graduada em Enfermagem e Obstetrícia pela UEMA, mestranda em Saúde e Ambiente na UFMA, funcionária pública federal e escritora. Acadêmica Imortal da ACLAV-ES desde 2014. Possui dois livros publicados: "Uma viagem fascinante" – 2009 publicado pela editora Vermelho Marinho da Usina de Letras e “Antítese do tempo” – 2011 pela Corpos Editora na cidade de Porto em Portugal. Comendas recebidas: Gonçalves Dias pelo IHGM (2013), Castro Alves (2014) e Luís Vaz de Camões (2014). Acadêmica Correspondente da ALG-GO desde dezembro de 2013, do Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Lisboa desde março de 2014 e da ALAF-CE desde abril de 2014 e Acadêmica membro fundadora da ALMAS-BA. Recebeu o Prêmio Luso-Brasileiro Melhores Poetas 2014 e Melhores Livros de Poesia 2014 da ALG-GO. Participa de vários concursos literários, antologias e sites de poesia.
Eulália Costa
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 31/03/2015


Comentários