Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Convocação!
Convocação!
(Fabiana Lima)

Eu sou a carne mais barata do mercado e você também é.
Então eu os Convoco pra essa guerra não declarada.
Vamos usar as nossas armas que é a palavra,
saia da frente da televisão saia dessa vida medíocre e sedentária, irmão.
Vamos à luta e se for preciso, sim, pegaremos em armas.
Nossos irmãos já morrem por nada, então dessa vez morremos por uma causa,
que é a luta pela vida, a luta pela liberdade.
Já dizia Malcolm X: Não se pode separar paz de liberdade,
porque ninguém consegue estar em paz ao menos que tenha liberdade.
E você tem essa liberdade, preto? Claro que não.
Sai na madrugar e arisque sua vida, só por ser negro,
você não pode usar a roupa que quiser, pois pode ser considerado um suspeito.
Então reja ou será morto reaja ou será morta.
Eu os convoco para essa guerra não declarada
em busca da nossa liberdade que já passou da hora de ser conquistada

Fabiana lima é soteropolitana, moradora do bairro Arraial do Retiro. É poetisa negra, faz parte do grupo de poesia Resistência Poética, tem 18 anos, cursa enfermagem (ensino superior). Nas suas poesias costuma retratar as desigualdades racial e social, e, também, o machismo, com o objetivo de conscientizar a população em geral sobre todas essas problemáticas.
Fabiana Lima
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 06/04/2015


Comentários