Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Poesia Solitária
Poesia Solitária
(Norma Aparecida Silveira de Moraes)

Quantos versos saindo da alma esquecidos
Pois a poesia ainda não é tão apreciada
Deveria ter esta matéria nos currículos
Para que a poesia fosse mais apreciada

O poeta leva seus sonhos na solidão
Ele faz da vida, o poetar sua emoção
Falando da vida, da natureza em ação
Da sociedade e do ser em sua evolução

Na poesia a alma cai em gotas puras
Numa folha de papel fazendo surgir
O que vai na vida, até suas loucuras

Na poesia falando de todo tipo de amor
De toda tristeza e alegria na terra vividas
Dos mistérios, leis da vida, e de toda dor

Norma Aparecida Silveira de Moraes é poetisa, escritora, psicóloga. Criadora de vários Estilos de Experimentais no Recanto das Letras, entre eles: ABC Duplex, ABC Tercetos Poéticos, ABC Quadras Poéticas, Poetetras, Hexaversos, Heptaverso Livre Expressão, Heptaversos, Decanato Poético e Tridoze Poético. Com mais de 3.000 obras. Sonha em ter publicado algum livro.
Norma Aparecida Silveira de Moraes
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 23/04/2015


Comentários