Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

A Santa Ceia
A Santa Ceia
(Márcio Dison)

De um ralo entupido
boquiabriu-se
a voz da vida
o broto doce
batata a francesa.

De uma fresta no carvão
branquejou-se
a raiz divina
embrião primogênito
fruta-pão.

A semente do nada:
não há Pedro que a negue
Judas a vendê-la ou o Diabo que a carregue.
Cada sussurro de vida
é a Santa Ceia revisitada.

Márcio Dison mora na Ilha de Santa Catarina. Escreve poesias desde a infância. Venceu diversos concursos de literatura. Casado com Cristiane, tem dois filhos, Elis e Marcinho. É secretário escolar no Colégio Tradição, que completa 40 anos de atividades em Educação Infantil e Ensino Fundamental e Médio. A Santa Ceia foi escrita em abril de 2015.
Márcio Dison
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 08/05/2015


Comentários