Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

Vem
Vem
(Deusdete Silva)

Como a amiga morte
Sigo o meu caminho
Minha estrada
Nesta vida solitária...
Como a morte que vem.
Fico a te esperar, e
Que você possa me levar
Como a amiga morte que chega
Vou te esperar...
Me leva ó morte.
Assim como a de Freire, o Junqueira.
Vem amiga morte,
Vem e me leva desta vida
Vem e me leva contigo.
Estou a te esperar.
Vem sem demoras.

Deusdete dos Santos Silva é natural de Pojuca-BA, mas viveu e morou em Catu-BA até os 30 anos. Tem alguns poemas publicados, como por exemplo, o poema “Olhar” (Projeto Conviver: no tom da palavra) e o poema Gaia (revista Geração Z). É graduando em Filosofia pela Universidade Federal da Bahia – UFBA.
Deusdete dos Santos Silva
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 19/05/2015


Comentários