Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks


Orgulho de ser branco


Enquanto houver diferença
por causa de cor, sexo,
gênero, classe social e crença;
Enquanto houver menor salário
por conta de cor, sexo,
gênero, classe social;
Enquanto houver apartheid,
discriminação, preconceito
e violência policial;
Enquanto houver racismo,
desrespeito e elevador social;
Enquanto houver diferença
por conta do lugar de nascença,
e isso for considerado normal;
Enquanto eu não puder escolher
a roupa, corte de cabelo,
e ter que me enquadrar em um modelo;
Enquanto não houver respeito
e cada um ter o mesmo direito...
digo, digo outra vez e vou ser muito franco:
num país racista, separatista,
não dá para ter orgulho de ser branco.

Boca de Brasa, Colégio Edgar Santos, Garcia, Salvador-BA, 13 de outubro de 2015 

Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 26/10/2015


Comentários