Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks


Refúgio na Suíça

Esse sol de Genebra
em manhã de abril
com o frio e a luz
não me exige comprar livro
nem me pede explicação
numa língua que não conheço
Esse sol de Genebra
que não vejo e nem sinto
não me recrimina quando (e se) minto
se (e quando) fujo de encontros
e palestras e recitais
em línguas que não conheço
Esse sol de abril em Genebra
não me angustia por doença
nem por vício nem saudade
Porque esse sol de Genebra
me afasta da saudade
e da falta que sinto daqueles
que não me querem...
 
Salvador, 28 de abril de 2014
Valdeck Almeida de Jesus
Enviado por Valdeck Almeida de Jesus em 06/07/2007
Alterado em 29/04/2014


Comentários